sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Ação Educativa abre inscrições para curso sobre educação, relações raciais e direitos humanos




A Ação Educativa realizará, entre setembro e dezembro de o curso Educação, Relações Raciais e Direitos Humanos. A formação, oferecida em parceria com a Secretaria Nacional de Direitos Humanos, tem o objetivo de promover a capacidade de compreensão do racismo como obstáculo à garantia do direito humano à educação e formar defensores e defensoras de uma educação antirracista.
Os encontros, que serão realizados aos sábados, das 9h30 às 17h30, na Ação Educativa, pretendem promover vivências que permitam uma melhor compreensão do fenômeno do racismo, do cotidiano escolar às políticas educacionais, pensado de forma articulada a outras desigualdades (sobretudo de gênero e renda) e o contato com a produção acadêmica e de organizações do movimento negro sobre educações e relações raciais.
A partir das formações, espera-se possibilitar a atuação em prol de uma educação antirracista no cotidiano e nas políticas educacionais, em especial, na implementação da Lei 10.639/2003, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e institui a obrigatoriedade do ensino de história e cultura africanas na educação básica pública e privada.

A formação é gratuita e será voltada para educadores/as, gestores/as escolares e educacionais, estudantes, lideranças populares, jornalistas, ativistas de movimento sociais e de organizações não governamentais. Ao todo, serão oferecidas 60 vagas, que serão distribuídas privilegiando-se a constituição de um grupo diverso e representativo a partir de critérios que considerem recortes de gênero, raça, origem regional na cidade e campo de atuação.
As inscrições ficarão abertas entre 3 e 17 de setembro e podem ser feitas pela internet. Basta preencher oformulário no site do curso e aguardar a confirmação. A lista de selecionados/as será divulgada no dia 24 de semtembro, no site da Ação Educativa e no blog do curso.

Programação:
Dia 22/09 - Educação, Direitos Humanos e Racismo no Brasil 
Dia 29/09 - Relações raciais: identidades negras, branquitude e pertencimento racial
Dia 20/10 - A implementação da LDB alterada pela lei 10.639/2003 na educação básica
Dia 10/11 - Currículos e práticas pedagógicas
Dia 24/11 - As Áfricas na escola
Dia 01/12 - Políticas Públicas, movimentos e alianças em prol da igualdade racial na educação

Curso Educação, Relações Raciais e Direitos Humanos
Quando: de setembro a dezembro de 2012, aos sábados, das 9h30 às 17h30
Inscrições: pelo link, até o dia 17 de setembro
Mais informações: pelo telefone (11) 3151-2333, ramal161, pelo e-mailtaciana.gouveia@acaoeducativa.org, ou no blog do curso

Fonte: http://www.acaoeducativa.org/index.php/educacao/51-acao-na-justica/10004500-acao-educativa-abre-inscricoes-para-curso-sobre-educacao-relacoes-raciais-e-direitos-humanos 


SÁBADO, DIA 15/09 DAS 9H30 ÀS 13H!

O Coletivo Anastácia Livre, em parceria com o Centro de Defesa e Convivência da Mulher Anastácia, convida todas para a atividade (*para mulheres*):

O QUE É SER MÃE?

Venha bater um papo com a gente sobre a situação das mães trabalhadoras, os significados da maternidade e o cotidiano difícil que enfrentamos.

CASA ANASTÁCIA
Rua Areia da Ampulheta, 101, Castro Alves, Cidade Tiradentes, São Paulo
Próxima ao Terminal!


http://anastacialivre.blogspot.com.br/

sábado, 25 de agosto de 2012

Estética Negra uma Beleza Enraizada


Segunda etapa do projeto "Estética Negra  uma Beleza Enraizada"
 Dia 22/08 -  Expressão Corporal: As manifestações dos movimentos: Linguagem do corpo.
C.R.A.S Vista Alegre- Brasilândia - SP

Salve a tod@, no dia 22 de agosto realizamos a primeira oficina Expressão Corporal: As manifestações dos movimentos: Linguagem do corpo. Da segunda etapa do projeto "Estética Negra uma Beleza Enraizada", com o apoio VAI 2012. Uma tarde mágica onde a linguagem do corpo feminino  suas resistências , histórias associadas ao corpo e a ancestralidade fazem parte do cotidiano da mulher e seu corpo. "(...)Vivemos numa constante busca de um corpo belo, nos preocupamos com a aceitação da sociedade, onde exige um corpo perfeito, modelado pelas academias, um cabelo alisado, tornando-se dependente de salões de beleza, mostrado e imposto pela mídia e assim caímos nas armadilhas, esquecendo-se das nossas raízes ancestrais (africana) que na simplicidade e riqueza de adornos próprios, nos enriquece, trazendo uma beleza natural, sem essa interferência externa.Essa simplicidade está estampada em cada Mulher Negra: na sua pele de cor firme, cabelos fortes, traços marcantes,
corpo sustentado por uma beleza leve, envolvente e resistente.(...)Texto Extraído do Zine VI Julho/2012


(...)Esse corpo é um lugar sagrado, que deve ser respeitado, a começar por
nós, lugar habitado por um Ser, que gera e brota outro Ser. Consciente dessa autoafirmação,
contribuiremos para um fortalecimento longe dessa ditadura estética. Texto Extraído do Zine VI Julho/2012








(...)E é esse corpo que chama a atenção para o equilíbrio dessas forças que
necessitamos florescer de dentro pra fora , afinal estaremos sempre arquitetando,
inventando e cuidando, mas com o equilíbrio tudo se transforma e muda num piscar
de olhos com a maturidade para nos guiar ele coloca sim as coisas no lugar.Texto Extraído do Zine VI Julho/2012


"Corpo e Identidade:
A corporeidade é a forma pela qual o corpo da pessoa mostra a sua identidade:
como se movimenta, como se cobre ou se mostra, como se modifica ou se
enfeita.(...) Texto Extraído do Zine VI Julho/2012 








"(...)A dança está presente no dia-a-dia das pessoas, seja no vilarejo ou no bosque sagrado ou das florestas. Ela parece interromper a monotonia e modifica o  passar do tempo. Assim como uma canção, a dança é uma forma de contar histórias.(...)" Texto Extraído do Zine VI Julho/2012








A linguagem do corpo na sua renascença.O corpo é o nosso alimento vital para a criação, fonte da vida que nos cerca todos os dias. No som dos pássaros, do vento frio que corta nossa pele com sensibilidade, na água da chuva que cai silenciosa no chão de nossas moradas. No  calor do sol que nos aquece, nas plantas, nas matas, na contração do útero que gera e traz a vida. O nosso corpo é uma parte da natureza que compõe universos cheios de harmonia e conquista. É também a nossa arma, refúgio, defesa, sensualidade e força.(...)" Texto Extraído do Zine VI Julho/2012




"A Sola do pé conhece toda a sujeira da estrada" Provérbio Africano.


 "(...)O corpo na dança afrodescendente não deve
se envergonhar de sua vitalidade e de sua beleza, ao contrário, faz delas um
motivo de celebração. No Brasil na juventude da periferia, majoritariamente
negra, a dança é um lugar de afirmação positiva.(...)" Texto Extraído do Zine VI Julho/2012




(...)Revestido de pele, ossos, energia, músculos, órgãos, unhas e cabelos, vitalidade
no sorriso, na cor, no abraço, nas paixões que rodeiam nossas mentes e
coração. Dos amores, das memórias plantadas uma a uma no movimento de ancestralidade
que nos guia nos caminhos da vida.
Corpo que expressa sua língua nos prazeres, vontades, sonhos, tristezas, alegrias e
gozo extasiado a cada poesia que amanhece no céu da manhã ou na escuridão da
lua.(...)Texto Extraído do Zine VI Julho/2012


"(...)O corpo é sagrado e por isso se consagra inteiro à prece que se faz, em
movimento e ritmo. Existem danças, músicas e gestos para se louvar e saudar
os deuses, para agradecer, e para pedir.(...)"Texto Extraído do Zine VI Julho/2012





Lugar
Corpo Sagrado
                 Segmentado
                  Sacrificado...

     Corpo Consagrado
             Enfestado
                Enraizado...

       Corpo Emprestado
              Ocupado
                       Contaminado...

          Corpo Ah!!! Coitado
                 Martirizado
                   Suportado...

              Cuide
               Cuide-se
                Cui-da-do!!!

                  Repeito...
                    Respeito...
                        Respeito ao nosso Corpo.
                                                                                                                                  (Sirlene Santos)





Alimentos para o Corpo e a Alma.





Axé






sexta-feira, 24 de agosto de 2012



Núcleo de Criação Teatral na Quilombaque.

Seguindo com as atividades do projeto "Cimento Perus" a todo vapor, o Grupo Pandora de Teatro concretiza um desejo antigo de abrir o 1º Núcleo de Criação Teatral na Comunidade Cultural Quilombaque.

Os encontros iniciam no próximo dia 01/09 sempre aos sábados das 10h às 13h, o Núcleo terá duração de 6 meses e tem como objetivo a criação de um experimento cênico.

Artistas, estudantes e interessados em geral (a partir de 14 anos) poderão se inscrever através de uma breve carta de interesse a ser enviada para o e-mail: grupopandoradeteatro@yahoo.com.br ou pessoalmente na Quilombaque - Trav. Cambaratiba, 05 - Beco da Cultura (ao lado da estação Perus da CPTM).

Abaixo maiores informações:

http://grupopandora.blogspot.com.br/2012/08/nucleo-de-criacao-teatral-na-quilombaque.html



quinta-feira, 23 de agosto de 2012

DISCRIMINAÇÃO DE GÊNERO E RAÇA É INIMIGA DO DESENVOLVIMENTO 20/08/2012

Seminário " Interseccionalidade de Gênero, Raça e Etnia. em Brasília  avaliou o enfrentamento a pobreza no Brasil ,  as inovações, pontecialidades e desafios em políticas promovidas em conjunto pelas agências da ONU, pelo governo federal e pela sociedade civil, no âmbito do Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero , Raça e Etnia. Participaram das discussões Sueli Carneiro,  doutora em filosofia, membro da AMN e  Maria das Dores do Rosário Almeida -Conselho Nacional dos Direitos da Mulheresm representantes das Nações. 


DISCRIMINAÇÃO DE GÊNERO E RAÇA É INIMIGA DO DESENVOLVIMENTO 
20/08/2012



O Brasil vem obtendo conquistas significativas no enfrentamento à pobreza, mas ainda precisa combater as desigualdades raciais e de gênero para continuar a se desenvolver economicamente. A avaliação foi apresentada por Jorge Chediek, coordenador residente do Sistema Nações Unidas no Brasil, durante o seminário “Interseccionalidade de Gênero, Raça e Etnia: o Trabalho Conjunto na Elaboração e Implementação de Políticas Públicas”, realizado nos dias 17 e 18 de agosto, em Brasília, e organizado pelo governo federal e pela ONU.

Durante os dois dias, os/as participantes identificaram quais foram as inovações, potencialidades e desafios em políticas públicas promovidas em conjunto pelas agências da ONU, pelo governo federal e pela sociedade civil, no âmbito do Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia -  o primeiro programa da ONU que reuniu diversas agências ligadas à organização e governos com foco em gênero, raça e etnia. A iniciativa é financiada pelo Fundo para o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

O encontro em Brasília também abordou sobre as oportunidades para cooperações futuras entre a ONU e os governos. Entre as Boas Práticas da ONU em 2011, foram citados um curso realizado para gestores públicos sobre gênero, raça e etnia e um curso para jornalistas com este foco que aconteceu ano passado em oito capitais brasileiras.

Participaram do seminário representantes do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), da Organização Internacional do Trabalho (OIT), do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e da ONU Habitat. Entre os/as representantes da sociedade civil, estavam a doutora em filosofia, Sueli Carneiro, membro da AMNB, e a representante da AMNB no Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, Maria das Dores do Rosário Almeida.


segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Estética Negra uma Beleza Enraizada

Segunda etapa do projeto "Estética Negra  uma Beleza Enraizada"

 Dia 22/08 -  Expressão Corporal: As manifestações dos movimentos: Linguagem do corpo.
Dia 29/08 - Expressão Corporal: Resistência da cultura afro-brasileira.



A linguagem do corpo feminino e sua resistência serão apresentadas por meio de diversas expressões artísticas da cultura afro-brasileira. A dança, os rituais, suas lendas e histórias associadas ao corpo e à ancestralidade, fazem parte dessa vivência artística, que pretende promover um encontro entre a mulher e seu corpo. 

Encontro com autores - Érica Peçanha



Nessa semana a socióloga Érica Peçanha estará participando de dois encontros em bibliotecas da cidade, confira a programação.

[LITERATURA] Encontro com autores: Érica Peçanha
Érica Peçanha é doutora em Antropologia Social pela USP e pesquisa a produção e o consumo cultural na periferia paulistana. É autora de “Vozes Marginais na Literatura”, livro que aborda os aspectos socioculturais da produção literária que emergiu das periferias no final dos anos 1990.
Dia 21 | 14h | Biblioteca Pública Jamil Almansur Haddad | Rua Andes, 491 – Lajeado | Fone:             (11) 6557-0067       | Grátis 

***

[LITERATURA] Encontro com autores: Érica Peçanha
Érica Peçanha é doutora em Antropologia Social pela USP e pesquisa a produção e o consumo cultural na periferia paulistana. É autora de “Vozes Marginais na Literatura”, livro que aborda os aspectos socioculturais da produção literária que emergiu das periferias no final dos anos 1990.
Dia 22 | 15h | Biblioteca Pública Anne Frank | Rua Cojuba, 45 – Itaim Bibi | Fone:            (11) 3078-6352       | Grátis



* Durante os encontros serão vendidos exemplares do livro Vozes Marginais na Literatura a preços acessíveis.



Axé!!!


Juliana Balduino

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Quizumba!



O Coletivo Quizumba apresenta o espetáculo infantojuvenil Quizumba!, até dia 12 de agosto, na sede da Cia São Jorge de Variedades.
Depois de itinerância pelo interior paulista, chegamos a São Paulo para 6 apresentações, aos sábados e domingos às 16h.

Partindo de histórias das vidas do Mestre Pastinha e de Zumbi dos Palmares, Quizumba! narra a trajetória de dois meninos que, aprendendo a equilibrar covardia e valentia, transformam-se em guerreiros.



ONDE: na sede da Cia São Jorge de Variedades, na Barra Funda.
Rua Lopes de Oliveira, 342 (5min. do metrô Marechal Deodoro)

QUANDO: de 28 de julho a 12 de agosto, às 16h
(ingressos à venda a partir das 15h)

QUANTO: $10 inteira / $5 meia-entrada / $3 moradores do bairro


www.coletivoquizumba.blogspot.com  |  coletivoquizumba@gmail.com

Venham se divertir conosco...
Colaborem, por favor: divulguem!


sexta-feira, 3 de agosto de 2012