quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Registro da atividade reazliada em 01.10.2017 - Cultura no Quintal do Quilombo da Parada



E nosso domingo foi assim,  nosso café da manhã servido para os participantes, na sequência começamos  a roda de leitura com o livro Estação Terminal Sacolinha do escritor Sacolinha e em seguida a arte educador conduziu a oficina de Expressão Corporal e Cidadania.  As ideias giraram entorno de incitar os participantes a aprender  e valorizar o espaço onde estamos, depois dos últimos acontecimentos (dois incêndios criminosos no entorno do Quilombo) que prejudicaram inúmeras famílias aqui no bairro, reforçarmos nossas ideias  sobre direitos e deveres  e principalmente de não entrar em mais esse ciclo de violência. Temos passados por várias situações e refletido como elas podem ser resolvidas sem prejudicar a nós e aos outros que aqui estão.

A arte educadora fundamentou sua oficinas seguindo as seguintes diretrizes: Observar o ambiente e registrar aquilo que há de errado, com o objetivo de: Identificar as causas e os efeitos do lixo; Apresentar alternativas para melhorar;  Reconhecer o que está sendo preservado;  Conscientizar sobre o impacto ambiental. Realizou  uma caminhada pelas vias de acesso ao Quilombo observado o que tinha de errado e registrando o que poderia ser melhorado. Exibiu o vídeo: A Ilha (animação).


Na sequência a roda ficou mais linda ainda com o parceiros  Karimá e Furaha da Escola de Capoeira Mutungo, iniciaram junto aos participantes uma pesquisa sobre a Origem da Palavra " Ginga" e foi muito produtiva a troca... tem gente com dores nas pernas, nos braços mas não sai da roda porque capoeira é vida, é arte e educação.

Espia só o que rolou...









































axé pra nós!!!!!




                                   Juliana Balduino

Nenhum comentário:

Postar um comentário