terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Atividade 18 de novembro de 2018


 No dia 18 de novembro começamos a atividade com um café da manhã com uma salada de frutas preparada pela nossa parceira Fran. Em seguida, exercitamos o corpo com um alongamento e uma breve roda de conversa sobre o conhecimento do corpo em transição, a travessia da vida infantil para a puberdade, com a educadora Sirlene Santos. E seguida recebemos a idealizadora do Sarau Pretas Peri e poetisa do Sarau das Pretas Jô Freitas, trouxe a vivência com percussão corporal, seus livreto "Flores", relatou sua trajetória periférica na região de Mogi das Cruzes e fora do Brasil enquanto atriz e poetisa. Exercitamos um mini Sarau conduzido pela poetisa e os adolescentes participaram animados recitando poesias e cantando músicas do seu cotidiano. Encerramos com um jogo literário construindo uma poesia coletiva com a frase "Eu tenho um sonho..." do ativista norte americano Martin Luther King.






















Axé para Nós!

Sirlene Santos.


terça-feira, 13 de novembro de 2018

Articulação - Meio Ambiente Quilombo da Parada - reunião realizada em 13.11.18


Hoje no Quilombo recebemos as manas do Organicidades e o arte educador da quebrada Lol que também é morador da região. Para além, de articularmos e planejamos processos que vão trazer mais vida e sustentabilidade à nossa Comunidade, iniciamos um processo de parceria que pode render grandes e significativos frutos.

Tem um pouquinho do que rolou em nossa tarde de 13 de novembro...espia só!























axé pra nós!


                                                                                                             Juliana Balduino

domingo, 11 de novembro de 2018

Gramaticando no Quilombo da Parada -atividade realizada em 11.11.2018


Salve!
Sabe aqueles domingos que preenchem o nosso coração pois é, essa articulação foi muito especial e com certeza uma das que preencheram ainda mais meu coração por conta da formação individual na educação formal. Aprender o que um dia classifiquei como chato e sem importância musicalmente mudou totalmente meu conceito, inclusive profissional e, constatei em cada rostinho aqui no Quintal do Quilombo.

Apreendemos, cantamos e tatuamos no coração o trabalho incrível do Gramaticando que ensina gramática de maneira lúdica, leve e solta, se as escolas ao invés de apostilas trabalhassem os conteúdos dessa maneira teriam muitos mais alunos leitores, escritores e interessados em nossa rica língua portuguesa.

Espia só um pouquinho do que rolou e imagina aí....



























































axé pra nós!




                                                Juliana Balduino